A Whartibus é uma startup recém-chegada ao ecossistema, que desenvolveu um Marketplace especializado que traz a uma audiência global a possibilidade de adquirir peças criadas segundo técnicas e conhecimentos ancestrais, representativas de várias culturas do mundo.

O projeto assiste na preservação e valorização do património mundial, com vários dos seus produtos reconhecidos pelo Centro do Património Mundial da UNESCO, que ao longo das últimas décadas tem vindo a selecionar práticas e expressões culturais merecedoras de proteção, pela sua mestria, beleza e impacto histórico.

Numa altura em que a atividade mundial baixou devido aos efeitos da pandemia, especialmente no setor do turismo, esta iniciativa ganha especial relevância ao ajudar artesãos com formas alternativas para venderem os seus produtos.

A plataforma é uma feira de artesanato permanente, online e de acesso fácil, que inova com o seu modelo de negócio ao trabalhar diretamente com artesões e associações locais, mesmo em regiões pouco desenvolvidas e com poucos recursos ou baixas competências digitais. Cada produto tradicional e cada artesão têm uma área no site dedicada à sua arte, onde é possível conhecer melhor as técnicas aplicadas e a sua herança cultural.

A loja abriu portas no início de agosto e é já possível adquirir os seus primeiros artigos:

  • Trots Family Ceramics, da Ucrânia (link), um negócio local que produz cerâmica com relevo e motivos decorativos desenvolvidos pelos Hutuls desde o século 18;
  • Chocalhos Pardalinho, do Alentejo, Portugal (link), um instrumento de percussão tradicional com um som inconfundível, usado ainda em zonas rurais onde se pratica o pastoreio.

Em breve, outros produtos estarão disponíveis na loja, nomeadamente: escultura em madeira Konjic, da Bósnia e Herzegovina (link), e rendas de bobina, da Eslovénia (link).

SABIA QUE: Artibus é a palavra latina para artesanato. Significa também arte, profissão, habilidades, talento, processo, manual, obra e maestria.